quarta-feira, 19 de março de 2008

Pablo Neruda, Poema 18

De um poeta para outro

1 Comentários:

Às 19 de março de 2008 às 23:39 , Anonymous Anónimo disse...

É sempre uma surpresa o que se encontra quando se passa por aqui... mas há sempre mar, lua, gaivotas e, como pano de fundo, a mais bela poesia... hoje foi a vez de Pablo Neruda, logo depois de Ana Luisa do Amaral!
Puro deleite...
Boa noite gaivotas,
gaivota do sul

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial