quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

SE NÃO TIVERMOS MAIS NADA CONSERVEMOS A CAPACIDADE DE SONHAR

Pelo Sonho é que vamos,
comovidos e mudos.
Chegamos? Não chegamos?
Haja ou não haja frutos,
pelo sonho é que vamos.
Basta a fé no que temos,
Basta a esperança naquilo
que talvez não teremos.
Basta que a alma demos,
com a mesma alegria,
ao que desconhecemos
e do que é do dia-a-dia.
Chegamos? Não chegamos?
- Partimos. Vamos. Somos


SEBASTIÃO DA GAMA

2 Comentários:

Às 2 de janeiro de 2009 às 17:21 , Blogger Graça Pimentel disse...

Que coincidência! Acabaste 2008 com o poema com que eu comecei o 2009. Transmissão de pensamentos?

Beijo

 
Às 3 de janeiro de 2009 às 12:21 , Blogger Gaivota Maria disse...

Melhor que transmissão de pensamentos ou coincidência eu diria sintonia de quem apesar de tudo conserva a esperança. Escolhi este poema porque quero conservar essa virtude ao longo de 2009 já que 2008 não me deixa saudades.
Beijo

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial