quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

BENTO XVI - A DIGNIDADE DO SABER PARTIR


Ainda chocada pela morte do "meu " Papa João Paulo II, assisti a elevação do Cardeal Ratzinger a Papa. Confesso que inicialmente não simpatizei com ele. Nada sabia daquele alemão que um Conclave designara para novo Papa. Ao longo destes 8 anos fui-me aproximando dele pelas suas  atitudes e determinações. A sua renúncia ao cargo admirou-me, aliás como a todo o mundo. Mas percebemos ,pelas suas palavras, a razão que lhe assistia. E intuí também, pelos problemas com que se defrontou, que deveria estar exausto fisica e psicologicamente. Hoje disse-lhe adeus em frente à televisão. Mas foi como se me sentisse no Vaticano. E até o achei com um "certo ar" de aliviado. A viagem de 8 anos foi longa e a barca teve sempre pela frente um mar muito alterado.
Que o seu papado fique como exemplo de coragem e dignidade. Até sempre, Sua Santidade Bento XVI.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial