quinta-feira, 7 de agosto de 2008

UMA CANÇÃO. UM DESTINO

2 Comentários:

Às 7 de agosto de 2008 às 22:37 , Anonymous Anónimo disse...

"OUTONO do amor outono de aves
e de vozes caladas e de folhas
molhadas de temor e surdo pranto"


gaivota mimi

 
Às 8 de agosto de 2008 às 18:24 , Blogger Gaivota Maria disse...

Que bom ouvir de novo a tua voz! Julgo que ainda estás a voar à beira-mar. Eu abandonei o rio e voltei ao litoral por falta de condições de paz,sossego e fresquinho. Que saudades tive do nevoeiro e do vento nos dias de calor...

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial