sábado, 4 de maio de 2013

NÃO AO PAGAMENTO AOS MEMBROS DAS ASSEMBLEIAS DE VOTO

Como todos sabemos, neste país é hábito pagar-se o dia de trabalho aos membros das Assembleias de voto. Contudo no JNegócios de 21.12.2012 pode ler-se a seguinte intenção governamental ou pseudo-governamental: 
> Governo estuda reduzir o pagamento aos membros das mesas de voto > JNegócios 
O Ministério da Administração Interna (MAT) tem em mãos uma proposta que visa reduzir o pagamento feito aos cidadãos que estão presentes nas mesas de voto em dia de eleições. A ideia é reduzir esse pagamento dos actuais 76,32 para 50 euros, o que cortaria em 25% as despesas com esta remuneração, que custa, em média, quatro milhões de euros por acto eleitoral. 


Como todos sabemos temos este ano  eleições autáquicas que, a atender pelo que acima se diz, custam ao país 4 milhões de euros . Já que o Governo anda tão pressuroso a sacar dinheiro dos nossos bolsos, em imposto, taxas ou outras coisas que o Excel do Gaspar inventa e já que o Coelho anda tão preocupado onde arranjar dinheiro, tem aqui uma ocasião para não gastar aquela quantia que tanta falta nos faz. Creio que até 1999 aquele serviço não era pago. Eu fui membro de mesas muitas vezes e nunca recebi um tostão, à parte ter desocupado o dia seguinte. Andam agora a pensar em reduzir à actual quantia  uns 25€. Tudo isto é de um ridículo total. Estar na mesa de voto é um acto de cidadania. Cidadania cumpre-se e não se paga. Os primeiros, como eu, depois do 25 de Abril, foram intimados a cumprir esse dever. Mais tarde passou-se a fazer convites. Provavelmente começou-se a pagar porque alguns dos convidados não apareciam. Isto terá sido nos finais dos anos 90 quando por questões de saúde de então eu não pude estar presente e nunca mais me chamaram. Sim porque a a chamar e a pagar, chamam-se os do partido. Mas votar é serviço cívico. Como em tempo de guerra não se limpam armas, é a altura de voltarmos à intimação e tal como diz o ex 1º Sócrates "pro bono" ou seja de borla.Vejam só quanto dinheiro se pouparia e a prestar um serviço que interessa a cada um de nós! E  como se sabe que a  maior parte dos membros das assembleias são do partido dominante em cada terra ponho em causa a segurança da contagem Tive a oportunidade de ver e registar em acta variadas tentativas de, durante a contagem dos votos, haver a tentativade se porem cruzes em votos em branco (NUNCA VOTEM EM BRANCO, POR FAVOR). Isto apesar dos  delegados dos outros partidos estarem presentes.

ESPERO QUE DOMINE O BOM SENSO E SE ACABE COM O PAGAMENTO AOS 5 MEMBROS DAS ASSEMBLEIAS DE VOTO. DESPEDEM-SE FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS E DÁ-SE DINHEIRO A QUEM PRESTA UM DEVER CÍVICO NATURAL?. HAJA BOM SENSO  E POUPEM NAQUILO QUE É DESNECESSÁRIO. EU TENCIONO APRESENTAR-ME NA MINHA JUNTA E DECLARAR-ME VOLUNTÁRIA PARA ESSE SERVIÇO DESDE QUE NÃO SEJA PAGO.  ESPERO QUE SE ORGANIZE UM MOVIMENTO NACIONAL NESSE SENTIDO.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial