quinta-feira, 17 de julho de 2008

SERENATA AO LUAR

Não sei se nasci, mas pelo menos tenho a consciência de que no mais fundo das minha memórias infantis, e são longas, esta música tocada por Glenn Miller tem lá um cantinho especial. Hoje temos uma noite com uma lua enorme, rosada, a adivinhar calor. Por isso quero partilhar com todos quantos me lêem a minha canção de culto. O original não tem autorização para ser postado. Vai uma interpretação menos intimista, mas também de boa qualidade.
Aproveitem o luar, gaivotas.

1 Comentários:

Às 22 de julho de 2008 às 00:15 , Anonymous Anónimo disse...

Gosto de imaginar que essa noite especial, com uma lua enorme - que eu também vi -, num dia especial, foi uma prenda de alguém.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial