sexta-feira, 11 de julho de 2008

VAMOS RECORDAR UMA GRANDE VOZ

2 Comentários:

Às 13 de julho de 2008 às 00:51 , Anonymous Anónimo disse...

Sabe-se lá porquê, até hoje sou capaz de jurar que sei de cor as letras de todas as músicas deste senhor.
Seria da época? Seria do inigualável romantismo da língua francesa? Será algum lado romântico meu escondido?...

P

 
Às 13 de julho de 2008 às 23:38 , Anonymous Anónimo disse...

Perdoe-me a intromissão, mas as músicas deste senhor foram, são e serão sempre actuais, como o são os verdadeiros amores.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial