sábado, 20 de dezembro de 2008

SE EU PUDESSE...


Se eu pudesse
Refaria o Natal
Tirava-lhe o acessório:
Todo o som e toda a luz
As prendas, as correrias
Os almoços e jantares
Abraços ao faz de conta…
O meu Natal só teria
Um Presépio ou o Menino
Posto num sítio de paz,
Aquecido com amor
E iluminado d’ esperança.
E só o poderia ver
Quem ainda se lembrasse
Que um dia já foi criança.
ISABEL LAGO

4 Comentários:

Às 20 de dezembro de 2008 às 18:31 , Anonymous Anónimo disse...

Bravo ,bravo, gaivota MARIA!Sobretudo, tirava os abraços ao faz de conta.Felizes os que recebem abraços,mesmo.



g,mimi

 
Às 20 de dezembro de 2008 às 19:19 , Blogger Gaivota Maria disse...

É de mim ou andas às bicadas à minha pessoa? Ou não achas que a maior parte dos abraços da época é ao faz de conta?
Bj

 
Às 20 de dezembro de 2008 às 20:08 , Anonymous Anónimo disse...

Ai,ai,menina!Eu concordei contigo.Detesto os abraços de faz de conta.Ai,MEU DEUS,que já não me faço entender!Será que o computador me está a fazer mal?

adeus,querida,um abraço,mesmo

por acaso, alguém dá bicadas e depois dá prendas personalisadas?

G.MIMI

 
Às 21 de dezembro de 2008 às 11:15 , Blogger Gaivota Maria disse...

Isto do Natal anda a por-nos estranhas e confusas. A minha prenda também é quase personalizada. Bom domingo
P.F Não te esqueças de quando vieres ao blog clicar nos anúncios que estão logo no início da página. Sempre ganho uns cêntimos.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial