sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

15 DE JANEIRO DE 2010 - IN MEMORIAM DE JOSÉ DOS SANTOS LESSA

A Morte nada significa,
Eu passei simplesmente para o outro lado.
Eu sou eu. Tu és tu
O que éramos um para o outro, assim continuamos.
Chama-me pelo meu nome, como sempre me chamaste,
Fala-me como sempre o fizeste,
Não uses um tom diferente.
Não tomes um ar solene ou triste,
Continua a rir do que, juntos, nos fazia rir.
Reza, sorri, pensa em mim, reza comigo.
Que o meu nome seja dito em casa como sempre foi,
Sem ênfase alguma, sem qualquer melancolia.
A vida significa o que sempre significou,
O que sempre foi: a ligação não está cortada
Porque havia eu de estar fora do teu pensamento?
Só porque estou longe do teu olhar?
Eu não estou longe,
Mas apenas do outro lado do caminho...
Vá, tudo vai bem...
Tu reencontrarás o meu coração
E nele a verdadeira ternura.
Enxuga as lágrimas. Se me amas, não chores!

(Traduzido por A. G. de Paris Match, 16-02-1995)

7 Comentários:

Às 16 de janeiro de 2010 às 11:49 , Blogger Gaivota Maria disse...

Querida Mimi
Espero que o gabión aceda às tuas súplicas e volte a comunicar. Aqui te postei a música que referiste em parte. Bom fim-de-semana

 
Às 16 de janeiro de 2010 às 14:25 , Anonymous Anónimo disse...

Queridas Gaivotas,
Também quero entrar na utização das palavras deste belo poema de Violeta Parra! Aqui vai:

Gracias a la vida que me ha dado tanto.
Me ha dado la risa y me ha dado el llanto.
Así yo distingo dicha de quebranto,
los dos materiales que forman mi canto,
y el canto de ustedes que es el mismo canto
y el canto de todos, que es mi proprio canto.

Gracias a la vida que me ha dado tanto.

E... já agora, gracias ao Gabion por ter voltado com a sua prosa! Acho que se ele aparecesse mais vezes, as gaivotas até participavam mais!
Gabion, gracias a usted!!!

Bom fim de semana
gaivota do sul

 
Às 17 de janeiro de 2010 às 09:46 , Anonymous Anónimo disse...

A pedido da Mimi (quem me diria que um dia eu lhe ia corrigir um texto!!!) aqui vai o comentário dela do dia 15 com cara lavada. Só que agora isto vai ficar desorganizado:

Abri agora o computador e... tristes recordações. Eu também penso que ficamos apenas do outro lado do caminho. PARA MIM A MORTE É UM HINO À VIDA. Saibamos apreciá-la nas mais simples coisas. Então o teu amado gabión apareceu apaixonado como sempre. Aqui está: há momentos que devemos gozar e partilhar com os outros.
Ó, GABIÓN, mande lá um menu e não desapareça. Realmente este blog está muito político ou então cheio de boa poesia da g.MARIA o que nos deixa amedrontados. Eu então não me atrevo a mandar alguma.
Tem a aqui uma aliada só não tive a sorte de uma tal paixão. Admiro a sua escrita - é uma delícia. A minha não é melhor. Falta de acentos e troca de letras é o que não falta.
G.MARIA corrige, não me envergonhes.


Como perdão para os dois

GRACIAS A LA VIDA, QUE ME HA DADO TANTO;
ME HA DADO EL SORRISO Y EL ABECEDARIO,
CON EL LAS PALABRAS QUE PIENSO Y DECLARO:
"MADRE", "AMIGO","HERMANO" Y "LUZ" ALUMBRADO
LA RUTA DEL ALMA DEL QUE ESTOY AMANDO.


G.MIM

Satisfeita?

 
Às 17 de janeiro de 2010 às 14:40 , Anonymous Anónimo disse...

Não.Falta o -i- G.MIMI.Ufa!!!Já estou mais satisfeita,agora.


G.MIMI

 
Às 17 de janeiro de 2010 às 17:41 , Blogger Gaivota Maria disse...

É a última vez que te faço isto. Irra, andei anos a fazer correcções e agora faltavas-me tu!
Beijinhos

 
Às 17 de janeiro de 2010 às 21:13 , Anonymous Anónimo disse...

ihihihihih!
g.mimi

 
Às 17 de janeiro de 2010 às 21:24 , Blogger Gaivota Maria disse...

Eu vingo-me, podes ter a certeza

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial