sábado, 19 de julho de 2008

CANTO DA ALMA - FADO DE COIMBRA

1 Comentários:

Às 24 de julho de 2008 às 23:58 , Anonymous Anónimo disse...

Poucas foram as vezes que não estive no abrir ou no fechar da Queima!
As "serenatas" chamavam-me. Dezenas de vezes ouvi os mesmos poemas e musicas.
Mudavam os interpretes ficava a magia e sempre, sempre, o "tem mais encanto"!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial