terça-feira, 3 de junho de 2008

Estou de volta, mas, como verificaram, acabei por estar mais ou menos por perto pois a chuva intensa que acompanhou esta semana de aldeia fez-me cair na tentação da Net. Como passei o tempo? Conversando com duas amigas, lendo, pintando bastante e escrevendo. Digamos que apesar de tudo foi uma semana produtiva. O mau tempo também nos ofereceu a oportunidade de jantar à lareira o que é sempre agradável. Numa avaliação por alto, digamos que, malgré la pluie, até que foi agradável. Obrigada a todas as minhas gaivotas que não me abandonaram e foram dando palpites. Para as compensar aqui lhes deixo uma versão belíssima de uma canção de Brel cantada pela saudosa (na minha geração) Maysa Matarazzo.

3 Comentários:

Às 3 de junho de 2008 às 22:45 , Anonymous Anónimo disse...

Ne me quitte pas, ne me quitte pas...


MARIA,MARIA

 
Às 4 de junho de 2008 às 15:53 , Anonymous Anónimo disse...

Cara Gaivota Maria,
Na verdade tenho andado muito ocupada com o Zé Maria, já que estamos em época de frequências e a mãe precisa de estudar... e claro que eu estou sempre disponível para dar uma ajuda!
Mas não julgue que abandonei a leitura do Gaivota Maria... nem pensar, só que era ao fim do dia e o sono e o cansaço já não me permitiam ser mais participativa.
Mas posso dizer-lhe que me deliciei com a leitura de todos os textos e respectivas ilustrações, desde aquele que cheguei a comentar e que daria um quadro maravilhoso, passando pela belíssima divagação numa rota queirosiana, pelos lindíssimos poemas escritos em diferentes estados de espírito de uma gaivota e terminando com a chegada a casa do Vinicius, que eu costumava cantar em coro com os meus filhos...
Muito obrigada por partilhar com todos os leitores deste blogue a sua arte e sensibilidade... é, efectivamente, um grande prazer passear por aqui.
Um abraço
gaivota do sul

 
Às 4 de junho de 2008 às 16:13 , Blogger Gaivota Maria disse...

Caríssima gaivota trisavó: fez muito bem em ajudar a estudante porque assim pode usufruir do Zé Maria. Claro que senti a falta dos seus comentários que são sempre muito agradáveis. A Mimi aproveitou o seu silêncio para me dar bicadas. E como já não lhe chegava o blog agora faz o mesmo nas aulas de pintura. Quando me distraio altera-me a paisagem. Eu já me deveria ter habituado aos desafios dela dados os anos em que trabalhámos juntas. Mas a idade refinou-a.
Realmente em termos musicais a nossa geração foi muito feliz. Foi com muitas saudades que eu descobri esta Maysa. Uma boa tarde e um bater de asas da G. Maria

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial